Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more

 Parte De Coisa Nenhuma -Dance Show


[ completed ]

@ Grande Auditório Fundação Museu Oriente

Av. Brasília 352, , 1350 Lisboa Lisbon Portugal

December 09, 2017

8:30 PM - 9:30 PM

FREE

Sublime Dance Company





Description:

Nasce-se num lugar, num determinado tempo, numa família, numa

língua, num clima, numa cultura, num cheiro e sabor de comidas,...

nasce-se a ser parte de algo, como que uma peça de um puzzle que só

se completa porque no início, quando só se chora e se respira, cria-se

a ilusão de que todos se encaixam. É também possível nascer-se para

não se vir a sentir parte de coisa alguma. Chega-se virgens a um

mundo que fecunda prazeres e desprazeres, e no fim o que se sente é

o que se é. Caminha-se sozinho no meio de toda a gente correndo o

risco de se viver alienado, na eventualidade da identidade singular se

perder na do coletivo. Pertencer a um grupo é também deixar a

pluralidade transcender o pensamento de uma só mente, acreditar na

força que vários corpos e mentes juntos excedem o gênio, o sábio e o

competente. Mas que dilema esse entre pertencer e ser. Pertencer

não é só uma escolha de cada um, a sociedade apodera-se dessa

decisão com uma triste inconsciência, descartando-se das

consequências. Existe porém a possibilidade de cada um escolher

conscientemente. Será talvez esse o maior risco e a maior liberdade.


O Fado carrega esta herança cultural, acolhendo todos os que

nasceram em terras lusas sem lhes perguntar se cá querem pertencer.

O grupo tem esse dom, de acolher mesmo os que se questionam sobre

a sua pertença, e também consegue ser cruel, ao excluir quem a ele

deseja pertencer. Mas o grupo, os grupos, formam-se e desfazem-se,

flutuam entre o que são e o que almejam ser. E há quem pertença a

grupos que se desvaneceram e quem pertença a grupos que ainda

não se formaram.


Essa flutuação ganha vida no movimento, no espaço que ocupamos e

no tempo que levamos e esperamos, e então a dança fala desse

dilema sem as regras da semântica, apenas com a autenticidade de

quem sente.


O processo criativo baseou-se grandemente na exploração de

movimento alternada entre a expressividade de um individuo singular

e a expressividade de um grupo e como ambos se afetam

mutuamente.

E quando esse sentimento de pertença não existe? E quando se

pertence a um grupo sem que ele nos pertença a nós? A quem

pertencia o Fado quando ainda não era de toda a gente?

“O fado encontra-se, numa primeira fase, vincadamente associado a

contextos sociais pautados pela marginalidade e transgressão, em

ambientes frequentados por prostitutas, faias, marujos, boleeiros e

marialvas. Muitas vezes surpreendidos na prisão, os seus atores, os

cantadores, são descritos na figura do faia, tipo fadista, rufião de voz

áspera e roufenha, ostentando tatuagens, hábil no manejo da

navalha de ponta e mola, recorrendo à gíria e ao calão. Esta

associação do fado às esferas mais marginais da sociedade ditar-lhe-

ia uma vincada rejeição pela parte da intelectualidade portuguesa.”

(web, 2017, http://www.museudofado.pt/gca/index.php?id=17)


Afinal o fado nasceu daquele que não se sentia parte de coisa

nenhuma. Curioso ser o marginal quem vem fazer que com que todos

se sintam em casa. O imperfeito enaltece o perfeito, o perfeito cria o

imperfeito e alimenta-se dele. Que parte representa afinal o

primoroso, distinto e completo na vida do inacabado e do imperfeito?

Quem é o imperfeito? Onde pertence cada um? Como se forma um

grupo? Quem pertence a quê? Quem se sente mais parte de algo ou

parte de coisa nenhuma? Por onde anda quem se sente pertencido e

por onde viaja quem se sente desamparado? Virá o Fado encontrar o perdido ou achado? O famoso ou o

esquecido? Quem é o marginal? Seremos provavelmente parte de coisa nenhuma.


- Diana Seabra -


More info

[email protected]

+351910243661

Work/Cast/Team info

COORDENAÇÃO DO PROJETO - Sara Espírito Santo

DIREÇÃO ARTÍSTICA - Diana Seabra

COREOGRAFIA - Diana Seabra

ASSISTENTE DE COREOGRAFIA - Olsi Gjeçi

INTÉRPRETES - Adelaide Cordeiro, Ana Paula Magalhães, Carlos Alberto Ferreira, Catarina Rodrigues, Diana Carvalho, Inês Kuit, Liliana Silva, Nuno Cabral, Olsi Gjeçi, Pedro Carvalho, Ricardo Henriques, Teresa Manjua, Vitor Hugo Afonso

TRIO MUSICAL

VOZ – Nadine Brás

PIANO – Giovanni Barbieri

SAXOFONE – Artur Mendes



 Inlet Dance Theatre's Winter Audition For The 2019 2020 Season -Muvent Audition

Inlet Dance Thea...

8:30 AM - 3:30 PM
December 13, 2018


Ohio , United States

 Butoh Of The Primordial Space.  -Muvent Workshop

Butoh Of The Pri...

2:00 PM - 6:00 PM
December 15, 2018


Aix-en-Provence , France

 Stage Intensivo Amaca In Assenza Di Gravità -Muvent Workshop

Stage Intensivo ...

3:00 PM - 5:00 PM
December 15, 2018


Lazio , Italy

 Laboratorio Di Teatro Danza  Improvvisazione E Composizione Con Rozenn Corbel  -Muvent Workshop

Laboratorio Di T...

11:00 AM - 2:00 PM
December 15, 2018


Lazio , Italy

 Genitori/Bambini Giocare Con Il Movimento E Il Contatto Tutti Insieme  Con Rozenn Corbel  -Muvent Workshop

Genitori/Bambini...

10:00 AM - 11:00 AM
December 16, 2018


Lazio , Italy

 Mod Arts Dance Collective's (Madc) Winter Intensive -Muvent Workshop

Mod Arts Dance C...

10:00 AM - 4:00 PM
January 02, 2019


New York , United States

9.9K + classes

600 + muvents

1.1K + users

230 + videos

[ Built with by Olsi Gjeci ]